Banner Conectado

MONIQUE CORRE RISCO DE FICAR GRAVIDA OU TER CONTAGIADO ATE DOENÇA EM SUPOSTO ESTUPRO DIZ GINECOLOGISTA !


Após a festa do Big Brother Brasil 12, que aconteceu no sábado (14), o clima esquentou embaixo do edredom entre Daniel e Monique. Até aí tudo normal, mas a polêmica começou quando foi levantada a hipótese, por muitos seguidores do Twitter, de que a sister estava alcoolizada e dormindo. Desta forma, o sexo, se consumado, teria sido involuntário. 

A desconfiança invadiu as redes sociais e diversas pessoas, inclusive famosos, ficaram indignados pedindo a expulsão do rapaz (o que acabou acontecendo por determinação da direção da TVGlovo), que no vídeo de imagens do pa-per-view parece fazer sexo com a moça dormindo, sob o edredom.
Uma outra questão a ser analisada é: se o sexo foi mesmo consumado e sem preservativos ou contraceptivos pelos envolvidos? Neste caso, a possibilidade de uma gravidez de Monque não está descartada. Até o momento, porém, não se discutiu dentro da casa se a moça utiliza algum tipo de anti-concepcional.

Segundo a Drª Denise Coimbra, não há porcentagens exatas para uma mulher engravidar na primeira transa com um homem. Tudo depende do período fértil dela. Segundo a ginecologista, o que se pode dizer é que, caso ela esteja no meio do ciclo, a probabilidade de uma gravidez é grande.

A ginecologista ainda alerta para o fato de que nenhum método é 100% seguro para a prevenção da gravidez. Entretanto, num caso de sexo involuntário, como sugere o incidente entre Daniel e Monique, no BBB12, quando é tomada uma precaução imediata, a chance de não engravidar é de 99%.

A especialista também levanta a seguinte questão:

“Me parece que antes de entrar no programa eles passam por psicólogos, por uma avaliação médica, então, pode ser que eles sugiram que as meninas tomem anticoncepcional contínuo para não menstruar, até porque elas usam biquíni, tem a questão da TPM, dos hormônios. Acho que isso é discutido previamente, até porque ninguém sabe quando vai ser eliminado.”

A Drª Denise Coimbra alerta que em casos de emergência, como estupro ou uma relação sem camisinha, a pílula do dia seguinte é o único método que pode ser usado para evitar uma gravidez indesejada.

“Se julgarem que foi um caso de estupro, eles [os responsáveis pelo programa] têm que cuidar da menina de forma médica. A pílula do dia seguinte é a única precaução usada em casos de emergência. Ela deve ser ingerida até 72h após a relação sexual sem proteção e é eficaz quando tomada corretamente.”

A ex-BBB Angélica Morango, que participou da décima edição do reality show, confirmou que antes de entrar no programa todos os participantes passam por uma avaliação médica rigorosa, inclusive ginecológica, no caso das mulheres. Porém a ex-sister não soube responder se as mulheres que tomam anticoncepcional fazem uso do medicamento dentro da casa.

“Eu não posso afirmar se na minha edição estava disponível na dispensa. Eu realmente não lembro se alguém tomou o remédio, inclusive eu nunca tomei anticoncepcional na minha vida e, então, não posso afirmar.”

Porém, a ex-participante acredita que o anticoncepcional é disponibilizado, sim, pela produção.

“Na entrevista de avaliação é perguntado quais tipos de medicamentos a gente toma e eles vão marcando tudo, inclusive se a gente toma laxante eles perguntam, e disponibilizam os remédios na dispensa.”

Morango também falou sobre a questão de exames de HIV.

“Não é falado se o teste de HIV é realizado, mas a gente dá o sangue e eu acredito que eles façam sim.”
A ex-sister lembrou que a coisa é tão séria, que na hora de colher a urina para o exame ficava uma enfermeira do lado dela para garantir a veracidade do resultado. 
Monique: grande polêmica(Imagem:TV Globo)

0 comentários :

Postar um comentário

Click aqui e seja Membro Conectado

Curta !!!

Blog: noistaconectado.blogspot.com.br no doHITS